De a 12 de Maio de 2008 às 23:34
"Alguém pode explicar o sentido de mudarmos radicalmente a nossa escrita?"

Os tempos mudam e determinadas regras ortográficas devem ser substituídas e actualizadas. Pondo de parte o conteúdo específico deste acordo, acordos ortográficos fazem sentido. Se assim não fosse, ainda hoje escreveríamos "pharmacia" e "lyrio", entre outros, alterações muito criticadas aquando da sua implementação.

Além disso, é um pouco dramático dizer que um acordo que altera 1,6% das palavras portuguesas muda radicalmente a nossa escrita.

Também tenho dúvidas sobre o sentido de algumas alterações (como a queda das consoantes mudas) mas outras parecem-me bastante favoráveis, como a utilização do K, W e Y em certos casos e a criação de regras bastante específicas e coerentes sobre o uso o hífen.

Critiquem o acordo construtivamente, não com o espírito de não aceitar só porque é uma mudança. Isso é achar que a nossa ortografia está num estágio já perfeito e não pode ser melhorada.
De Jorge a 15 de Maio de 2008 às 11:01
Posso parecer um Velho do Restelo, mas procuro um significado para as alterações. Repara que escrevi "Tudo o que sei a respeito deste assunto roça o absurdo", não disse que sabia profundamente sobre o tema. Obrigado pelo teu comentário, vou reunir mais informação sobre o assunto.
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.