Segunda-feira, 24 de Julho de 2006

First blood…

O cheiro da estação de comboio não deixa dúvidas sobre a sua idade, na bilheteira comprei o tão desejado bilhete. O dinheiro só me permitiu comprar de ida, a volta fica para uma melhor possibilidade. O destino é o fim do mundo.
Fim do mundo... lembra-me da promessa que fizemos, iriamos estar juntos até ao fim do mundo. A verdade é que ainda não chegamos ao fim do mundo e já não estamos juntos.
Perguntei em que linha teria que apanhar o comboio correcto, não tive que esperar muito por ele e nem precisei que alguém me respondesse.
Antes de começar a viagem olhei para o céu e vi uma estrela cadente, sempre tive jeito para as apanhar no meu campo de visão.
Uma criação de Jorge às 14:08
Link do Post | Comentar |
badge

subscrever feeds

Ideias Recentes

There are four Walt Disne...

...

Hora de Hibernar

Body Balance

Finalmente uma data...

Em Forma...

2 canções de (quase) Amor

Bla Bla Bla... Espera iss...

Simples, não d&aac...

Google Chrome

Categorias

bem-estar(1)

blogue(24)

bushido(43)

caminha(1)

empresa(9)

férias(2)

ficção(10)

filmes(9)

humor(10)

livros(12)

mac(4)

midnight(2)

minho(3)

música(4)

podcast(2)

sapo(2)

séries(4)

vida social(54)

wii(2)

wow(8)

todas as tags

Links

Material Fora de Cena

Julho 2011

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Pesquisar neste Blog

 
blogs SAPO