Sexta-feira, 31 de Agosto de 2007

"My name-a Borat. I like you. I like sex. Is nice!"

Adorado por uns e odiado por outros, este foi o balanço que fiz das críticas que ouvi sobre a aventura cinematográfica da criação de Sacha Baron Cohen. Decidi sentar-me para ver este filme e opinar sobre ele.




O título original é "Borat: Cultural learnings of America for Make Benefit Glorious Nation of Kazakhstan" (2006). É nos apresentado como se tratasse de um documentário sobre a jornada de um jornalista do Cazaquistão que vai aos EUA para aprender com aquele país, temos assim desculpa para a assistir à interacção desta personagem fictícia com uma parte da sociedade americana. Muitos limites do humor são pisados, roçando a ofensa cultural e salientando preconceitos sociais e imagens estereotipadas.

Cheio de momentos estúpidos, cenas absurdas, preconceitos, nudez e algum humor ordinário é o filme que vos recomendo para este fim-de-semana (aproveitem a edição em DVD). Sim, leram bem: Gostei muito do filme. Borat é uma personagem bem castiça, tudo soa a algo muito improvável e, a meu ver, temos um produto final com qualidade para ser visto e nos fazer soltar umas boas gargalhadas.

EXPERIMENTEM, NÃO CUSTA NADA (só carregar no play e ficar sentado)!!!!

"Thank you for watch my film. I hope you like. Dziekuje. "
Categorias:
Uma criação de Jorge às 01:20
Link do Post | Comentar | Ver Comentários (5) |

Spectacular Spider-Man

Ele é o maior super-herói de sempre, o mais divertido e o que lança mais teias. Seja em que formato for será sempre digno de referência no meu blogue. Deixo aqui o trailer da nova série de desenhos animados do Homem-Aranha (a estrear em 2008).

http://link.brightcove.com/services/link/bcpid1138353293/bctid1149280045

Comentários: Parece dinâmica, com uma animação que julgo funcionar bem com esta personagem. Aguardo.
Categorias:
Uma criação de Jorge às 00:06
Link do Post | Comentar | Ver Comentários (1) |
Terça-feira, 28 de Agosto de 2007

Pela estante fora

Esta manhã perdi-me nas minhas estantes de livros, "qual de vocês é que vai passear comigo?". Gosto de voltar a ler livros que adorei, porque a cada nova leitura nasce algo novo na visão que temos da obra. É voltar a saborear uma ideia com a qual tivemos uma afinidade inicial.



É verdade que poderia dedicar-me a pegar em livros novos mas neste momento apetece-me procurar novas perspectivas dentro do material literário que já me conquistou algures no passado. A escolha de hoje caiu na banda desenhada Moonshadow.
Categorias:
Uma criação de Jorge às 08:53
Link do Post | Comentar |
Domingo, 26 de Agosto de 2007

Reduzir ao essencial

Abandonei a minha vida complicada para viver o essencial, e assim terminaram os mil e dois caminhos que tentava pisar ao mesmo tempo.


Categorias:
Uma criação de Jorge às 18:23
Link do Post | Comentar | Ver Comentários (10) |
Sexta-feira, 24 de Agosto de 2007

Que mão embala o mundo enquanto estamos aqui a chorar?

Tivemos de abrir um espaço pelas brumas, cada vez é mais complicado chegarmos a Avalon. Queríamos acordar o nosso Rei ali jazido, mas sem acordar a ira da sua irmã. Ouvia com intensidade a tua respiração e o meu bater de coração, pensei que ía desmaiar com toda aquela tensão. Se feiticeira nos tivesse descoberto nunca mais veríamos o Sol da nossa terra.

Por mais de duas horas lá procurámos o nosso Rei, e com muita dor temos de admitir que talvez Artur tenha realmente morrido. O que será das gerações futuras? Que outro homem vai unir os povos?



Uma sensação de desespero cresce, vontade de baixar as armas, um soluçar de choro... depois disso a calma. E é daqui que um dia poderá brotar uma pontinha de esperança. Mas não hoje, pois a morte de Artur ainda está nos nossos corações e ele foi o mais nobre de todos os que existiram.

Entretanto, o mundo continua a girar...
Categorias:
Uma criação de Jorge às 00:23
Link do Post | Comentar | Ver Comentários (1) |
Quinta-feira, 23 de Agosto de 2007

O senhor do tempo

Alguém anda a encurtar as noites? Assim não dá muito jeito, preciso de umas horitas a mais de sono e sonho. Ah, também gosto de estar na molenguice quando acordo e para isso é preciso tempo.

Vamos lá ser mais exactos, alguém anda a encurtar as minhas horas de lazer. Quero um nome! Só um, para poder tomar uma posição.



Como é que querem que eu comente as últimas novidades? Desde o lapso do Sr. Menezes (para quem plágio é apenas o que os outros copiam), as novidades sobre o caso da Maddie (cada vez mais com contornos de filme noir) ou a possibilidade que alguns incêndios derivam de mão humana (Epá, estes gajos descobrem cada coisa).

Por tudo o que foi dito, "Senhor do Tempo" resolva lá esta situação!

Imagem: já nem me lembro onde a arranjei... minha não é de certeza!
Categorias:
Uma criação de Jorge às 08:01
Link do Post | Comentar | Ver Comentários (2) |
Segunda-feira, 20 de Agosto de 2007

O que fazer da vida?

Tantas possibilidades e encontro-me aqui no ponto da vida em que estou, parece-me falta de imaginação. Não há nada de realmente mau mas o lado bom também não me preenche.



É urgente procurar criativamente uma nova forma de viver os dias. Porque não basta repetir os mesmos movimentos dia após dia para passar o temo, à espera do dia que morra.
Categorias:
Uma criação de Jorge às 00:59
Link do Post | Comentar | Ver Comentários (10) |
Quinta-feira, 16 de Agosto de 2007

Cuidado com aquilo que desejas!

Sim, tem muito cuidado! (olhou de baixo, com ar sério, ajeitou o cabelo de forma sensual)

Porque não sabes onde isto pode parar. (fez um sorriso malandro, capaz de derreter qualquer coração fraco como o meu)

Porque talvez as coisas não sejam tão doces como pensas. (levou a mão à mala, sem tirar os olhos de mim)

Porque nem tens a certeza se existem milagres. (inclinou-se, salientando inocentemente o decote e voltando a sorrir de forma malandra)

Já agora, és à prova de balas? Ou consegues desviar-te de uma bala?Bem,  não te preocupes que tenho muitas balas para experimentar. (puxou de um revólver, algo frio atravessou o meu corpo)



Ele estremeceu, estava onde queria, com quem queria, numa situação que não queria (a não ser que estivesse dentro de um filme e isso sim seria interessante). Desejava agora que ela guardasse a arma, pegasse num par de algemas e a situação tornar-se-ia mais erótica que letal.

No instante seguinte, voltou a temer os seus desejos; sim ela poderia guardar o revólver e algemá-lo, mas o que garantia que a a seguir não tiraria um afiado punhal da sua elegante mala?
Categorias:
Uma criação de Jorge às 13:00
Link do Post | Comentar |
Quarta-feira, 15 de Agosto de 2007

Last 2 days

Há pouca informação na literatura sobre como esfregar um prato com restos de comida (colada lá há mais de três dias). A vozinha dentro de mim aproveitou o momento para sussurrar "é a tua oportunidade de escreveres algo relevante". Basicamente o truque é recorrer a um esfregão "palha-de-aço" e aplicar uma quantidade sobre-humana de força nesse mesmo esfregão, obrigando-o a raspar a superfície do prato. É uma vitória enorme da  humanidade em relação à comida seca nos pratos. Passo a publicidade, o Fairy ajudou.

Por onde tenho andado? Esta questão tem sido muitas vezes colocada, principalmente por agentes da CIA, mas eu sou um tipo complicado de localizar. Este feriado dediquei-me a colocar alguns filmes, livros e jogos em dia. E acreditem que me diverti e descansei mais do que num fim-de-semana habitual.



E hoje o dia termina com uma sensação de boa disposição e energia criativa, tal e qual como naquele dia em que tirei a Excalibur da pedra. É altura de escrever um pouco o que anda a correr pelos pensamentos, talvez deixe isso para o post de amanhã.

Imagem: Mike Wieringo
Categorias:
Uma criação de Jorge às 21:41
Link do Post | Comentar |
Segunda-feira, 13 de Agosto de 2007

I just wanted to hold you in my arms

"Far away
This ship has taken me far away
Far away from the memories
Of the people who care if I live or die"

Muse entrou mesmo na minha vida! Aguentei-me afastado enquanto pude, agora que a barreira caiu o meu media player farta-se de tocar as músicas da referida banda. Eu não me farto.



"My life
You electrify my life
Lets conspire to ignite
All the souls that would die just to feel alive"

Podia fazer uma banda sonora para a minha vida recorrendo apenas a Muse, adicionando muitas fotos e efeitos especiais criaria um grande evento cinematográfico (cortando com barreiras idiotas, ganharia o prémio nobel em vez de um óscar).

A vida sem música seria em tons de cinza... Nada de abrir os olhos ao som de música, saltar da cama a dançar, tomar um duche lavado numa grande malha musical é obrigatório. O que ouço depende muito do que sinto; houve momentos em que a música conseguiu transformar os meus dias.

Se não conheces Muse, experimenta! E depois diz-me o que achaste!
Música: Starlight - Muse
Categorias:
Uma criação de Jorge às 17:30
Link do Post | Comentar | Ver Comentários (1) |
badge

subscrever feeds

Ideias Recentes

There are four Walt Disne...

...

Hora de Hibernar

Body Balance

Finalmente uma data...

Em Forma...

2 canções de (quase) Amor

Bla Bla Bla... Espera iss...

Simples, não d&aac...

Google Chrome

Categorias

bem-estar(1)

blogue(24)

bushido(43)

caminha(1)

empresa(9)

férias(2)

ficção(10)

filmes(9)

humor(10)

livros(12)

mac(4)

midnight(2)

minho(3)

música(4)

podcast(2)

sapo(2)

séries(4)

vida social(54)

wii(2)

wow(8)

todas as tags

Links

Material Fora de Cena

Julho 2011

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Pesquisar neste Blog

 
blogs SAPO